Cerimonial à Bandeira Nacional

Imprimir
Categoria: Cultura Maçônica Publicado em Sábado, 07 Setembro 2013
Nas Sessões Magnas, Litúrgicas ou não, o Cerimonial à Bandeira Nacional é o seguinte:
I - Entrada da Bandeira;
a) formar-se-á uma Comissão de treze membros, armados de espadas e munidos de estrelas;
b) a Comissão postar-se-á, dentro do Templo, à altura do pavimento de mosaico, com sete Membros ao norte e seis ao sul, com as espadas à Ordem na mão direita e as estrelas na mão esquerda;
c) a Bandeira Nacional será conduzida pelo Porta-Bandeira e custodiada pela Guarda de Honra composta de três membros, um dos quais o Mestre de Cerimônias, com as espadas à Ordem;
d) a Bandeira ficará entre Colunas, parada, enquanto for entoado o Hino Nacional;
e) após a execução do Hino Nacional, a Bandeira será conduzida verticalmente ao Oriente e colocada no local próprio;
f) ao passar a Bandeira pela Comissão de treze Membros, estes portarão suas espadas com as pontas voltadas para baixo, em prolongamento do braço;
g) colocada a Bandeira Nacional em seu pedestal, serão desfeitas a Guarda de Honra e a Comissão de treze Membros, voltando os Irmãos a ocuparem seus lugares em Loja.
 
II - Após O ingresso da Bandeira, ninguém mais entrará com formalidades, nem mesmo o Grão-Mestre Geral;
III - Saída da Bandeira:
a) será recomposta a Comissão de treze Membros, armados de espadas e munidos de estrelas;
b) a Comissão postar-se-á, dentro do Templo, à altura do pavimento de mosaico, com sete Membros ao norte e seis ao sul, com as espadas à ordem na mão direita e as estrelas na mão esquerda;
c) ergui da verticalmente pelo Porta-Bandeira e escoltada por sua Guarda de Honra, com as espadas à ordem, a Bandeira será saudada por um Irmão designado pelo Venerável;
d) terminada a saudação, serão entoadas a primeira e a última estrofes do Hino à Bandeira;
e) concluída a execução do Hino à Bandeira, o Porta-Bandeira a conduzirá para o exterior do Templo, escoltada por sua Guarda de Honra;
f) ao passar a Bandeira pela Comissão de treze Membros, estes portarão suas espadas com as pontas voltadas para baixo, em prolongamento do braço;
g) após a saída da Bandeira, serão desfeitas a Guarda de Honra e a Comissão de treze Membros, regressando todos a seus lugares.
Sempre que for executado o Hino Nacional, todo Maçom ficará descoberto. (Art. 221, incisos e alíneas, do RGF)
(Regulamento Geral da Federação - GOB)

 

Acessos: 1193

 

Caros IIr.'.

Pensamento maçônico internacional, onde diz: - para se unirem basta seguir os rituais centenários da maçonaria e serem verdadeiros maçons.
A Maçonaria somos nós, e ela somente será grande se nós formos pessoalmente grandes. Não esperamos encontrar na maçonaria o que não encontramos dentro de nós mesmos. Nada poderá ser maior do que a soma da grandeza de seus componentes.
(Extraído do livro: Antologia Maçônica de Ambrósio Peters)

Online

Temos 6 visitantes e Nenhum membro online