As Quatro Lojas Iniciais e a Evolução do GRANDE ORIENTE DO ESTADO DO AMAZONAS

Imprimir
Categoria: GOB no Amazonas Publicado em Quarta, 04 Setembro 2013

-AS QUATRO LOJAS INICIAIS
Após sete anos da independência do Grande Oriente do Amazonas e Acre, o Grande Oriente do Brasil voltou a ressurgir, no Estado do Amazonas, através da fundação da Loja Unificação Maçônica, no dia 15 de novembro de 1934, que durante um largo período foi a única a arvorar a sua bandeira, em toda a extensão do nosso território. Dela surgiu, em 1945, a Loja Vitória das Nações Unidas, origem das atuais Lojas Vitória das Nações Unidas, do Rito Adonhiramita, e Oriente Unido, do Rito Escocês Antigo e Aceito.
-A EVOLUÇÃO DO GRANDE ORIENTE DO ESTADO DO AMAZONAS
A Delegacia do GOB no Estado do Amazonas foi criada em 1934, sendo seu primeiro delegado Obed Barreto, que a dirigiu até 1947 .
Quando isso ocorreu, a jurisdição do GOB, na Amazônia Ocidental, restringia-se às Lojas Fraternidade Acreana, n." 863, fundada a 19/12/1907, em Cruzeiro do Sul, Acre e Unificação Maçônica, n." 1125, a 15/11/1934, em Manaus. Todas as demais lojas fundadas, até 1926, sob os auspícios do GOB, num total de vinte e seis, sendo oito, no Acre, e dezoito, no Amazonas, incluindo três de Rondônia, que então dele fazia parte, haviam aderido, a partir de 24/06/1927, ao Grande Oriente do Amazonas e Acre, que havia decretado o seu desligamento da Potência Mater, e que só se transformaria em Grande Loja do Amazonas, Acre, Guaporé e Rio Branco, em 1961. A Loja Bolívar, de Cobija, na Bolívia, criada por obreiros do GOB, fora integrada à maçonaria do país vizinho.

 

A seguir foram delegados estaduais :
José Alves de Souza Brasil- 1947 a 1954.
Caetano Félix do Nascimento - de 5/05/1954 a 1961.
Moacyr Alves de Souza - nomeado pelo Ato Nr 2633, de 25/08/1961.
Justino Marques da Silva - exonerado pelo Ato Nr 3345, de 06/07/1972.
Ananias da Silva Barbosa - nomeado pelo Ato Nr 3346, de 6/07/1972, reconduzido pelo Ato Nr 3580, de 10/07/1973, e no exercício até 1979, quando candidatou¬se às eleições para o cargo de Grão-Mestre, face a necessidade de desincompatibilização.
Leonardo Bezerra de Menezes - nomeado pelo Ato Nr4756, de 09/04/1979 e até a posse do grão-mestre eleito.
Nestes quarenta e cinco anos que medeiam entre a criação da delegacia e do grão-mestrado, o GOB fez grandes progressos, na Amazônia Ocidental, com a fundação de numerosas lojas.
No Amazonas foram criadas as lojas:
Vitória das Nações Unidas - 1945
Oriente Unido -    1945
Nova Olinda -    1957
Abraham Lincoln -    1968
Amazônia Brasileira -    1968
Estrela de Maués -    1972
Vitória Régia -    1972
Estrela do Oriente -    1978
Estrela do Rio Madeira -    1974
Moacyr Alves -    1978
Caetano Félix do Nascimento -    1978
Em Rondônia, na década de 1950, voltaram ao seio do GOB, com os seus antigos números, as Lojas União e Perseverança, Nr 947, de 24/01/1918, e Segredo e Lealdade, Nr 990, de 30/09/l922. Isto ensejou a criação da Delegacia do Território de Rondônia, sendo nomeado delegado, pelo Ato Nr 2485, de 25/01/1957, o juiz Joel Quaresma de Moura.
Foram estabelecidas até 1979, naquele Território, as Lojas :
1451 Verdade -    20/06/1953
1461 Estudo e Trabalho -    20/01/1957
1812 Hum:. e Frat:. de Rondônia -    21/04/1971
2036 Vigilantes da Ordem II -    07/04/1978
Em Roraima, a primeira loja do GOB foi a 20 de Agosto, fundada a 20/08/1971, em Boa Vista.
A Delegacia do GOB, no Acre, foi criada pelo Ato Nr 3738, de 14/02/1974, sendo instalada a 20 de março do mesmo ano, em Cruzeiro do Sul. Mais tarde foi transferida para o Rio Branco, pelo Ato Nr 50, de 01104/1982.
Foi seu primeiro delegado Lourival Valente Castanho, desde a sua instalação, até março de 1982, quando foi substituído por Francisco Thaumaturgo, nomeado pelo Ato Nr 31, de 10/03/1982.
Com a transferência da localização da sede, foi nomeado, pelo Ato Nr 36, de 24/06/1988, o atual delegado Antônio de Souza Brito.
Desde então foram instaladas as seguintes lojas:
1786 Vanguardeieos do Juruá 07/07/1970

 

1873 Mal. Thaumaturgo de Azevedo 02/1211972
2006 Liberdade Acreana . 30/10/1977
2092 7 de setembro VIII 30/04/1981
2441 Barão do Rio Branco 30/05/1987
A 24/06/1978, na posse do Grão-Mestre Geral Osires Teixeira, presentes os delegados estaduais, foram definidas duas metas básicas: a transferência do Poder Central, para Brasília, e a criação de Orientes Estaduais, o que seria confirmado por expediente de 18 de julho, informando a possibilidade de eleições.
O delegado Ananias da Silva Barbosa criou um grupo de trabalho, para estudar a implantação de um Grande Oriente, formado por ele próprio e Jorge Santoro (secretário), Leonardo Bezerra de Menezes, Jaime Pereira, Antônio Dimas Souza Monte, José Maria Martins e Caetano Félix do Nascimento, este último falecido, no curso dos estudos, a 25/10/1978.

As sugestões da comissão foram remetidas ao Grão-Mestre Geral.
Mais tarde, a 14/03/1979, o GOB comunicava a aprovação da Resolução Nr 1, do Superior Tribunal Eleitoral, fixando o período de 01 a 07/05/1979, para as eleições de grão-mestres e deputados, estabelecendo o limite de 30/03/1979, para o registro de candidaturas.
Embora na Carta Constitutiva do Grande Oriente da Amazônia Ocidental conste o dia 04 de março de 1979, como a data de sua fundação, ele só passou a existir formalmente com o Decreto Nr 2633, de 30/03/1979, do Grão-Mestre Geral Osires Teixeira, deferindo a criação daquele Grande Oriente, compreendendo as Lojas do Estado do Amazonas e dos Territórios Federais de Rondônia e Roraima, com sede em Manaus, não incluindo o Acre, que permaneceria como delegacia, até aos tempos atuais. Segue abaixo o inteiro teor do referido decreto:

GRANDE ORIENTE DO BRASIL DECRETO N.O 2633, DE 30 MARÇO DE 1979 DA E:. V:.
DEFERE O PEDIDO DE CRIAÇÃO DO GRANDE ORIENTE DA AMAZÔNIA OCIDENTAL
Nós, Osires Teixeira, Grão-Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil, no exercício de suas atribuições legais, fazemos saber a todos os Maçons e Oficinas da Federação Maçônica Brasileira, para que cumpram e façam cumprir que, "ad referendum" do Ilustre Conselho Federal da Ordem,
RESOLVEMOS
ARTIGO 10_ DEFERIR o Pedido de CRIAÇÃO do GRANDE ORIENTE DA AMAZÔNIA OCIDENTAL, como parte integrante do Grande Oriente do Brasil.
ARTIGO 2°_ A jurisdição do GRANDE ORIENTE DA AMAZÔNIA OCIDENTAL compreende todo o Estado do Amazonas e os Territórios Federais de Rondônia e Rorairrta, tendo sua sede na Cidade de Manaus, Estado do Amazonas.
ARTIGO 3°_ A instalação definitiva desse Corpo Maçônico Autônomo será realizada observando-se a Constituição e o Regulamento Geral da Ordem.
ARTIGO 4°_ O presente DECRETO entra em vigor nesta data.
ARTIGO SO- Fica o Emin:. Ir:. Secr:. Ger:. de Administração incumbido da notificação e da publicação do presente DECRETO, divulgando-o amplamente nos meios maçônicos brasileiros, revogando-se as disposições em contrário.
Dado e Traçado no Gabinete do Grão-Mestre Geral da Ordem em Brasília, Distrito Federal, PODER CENTRAL, aos trinta dias do mês de março do ano de mil novecentos e setenta e nove da E:. V:.
O GRÃO-MESTRE GERAL DA ORDEM

OSIRES TEIXEIRA
O GR.: SECR.: GER.: DE ADM.:
VICENTE DE PAULA FIGUEIREDO DE SOUZA

SELADO POR NÓS
RAIMUNDO RODRIGUES DOS SANTOS
GR.: SECR.: GER.: DA GUARDA DOS SELOS

Uma resolução do Superior Tribunal Eleitoral, datada de 25/04/1979, prorrogou O prazo das eleições para 20/05/1979, e registrou as candidaturas de Grãos¬Mestres e Adjuntos para os Grandes Orientes de Alagoas, Paraná, Santa Catarina e Amazônia Ocidental, onde se habilitaram José Maria Nogueira e Ananias da Silva Barbosa, para Grão-Mestre, e Waldemir Machado Siqueira e José Maria de Souza Martins, para Adjunto.

O GOAO tinha então doze lojas no Amazonas, seis, em Rondônia e uma, em Roraima, num total de dezenove lojas ativas.
Nas eleições que se sucederam foram considerados válidos os votos das Lojas Moacyr Alves, Abraham Lincoln, Estrela do Oriente e Estrela de Maués, do Amazonas, União e Perseverança, Verdade, Estudo e Trabalho, de Rondônia, e 20 de Agosto, de Roraima. As demais tiveram as suas atas eleitorais anuladas, pelo Superior Tribunal Eleitoral. Não participaram das eleições as Lojas Segredo e Lealdade e Vigilantes da Ordem II, de Rondônia. Os votos das Lojas que tiveram suas atas anuladas não alterariam o resultado final, mesmo se computados.
No dia 28/06/1979, uma quinta feira, no templo da Loja Amazônia Brasileira, as 20 horas, foi instalada a Assembléia Legislativa, sendo empossados os deputados e constituída a Diretoria da Mesa Provisória.
Perante esta Assembléia, reunida no templo da Loja Oriente Unido, às 10 horas do dia 01/07/1979, um domingo, foram empossados o Grão-Mestre Ananias da Silva Barbosa e o Grão-Mestre Adjunto José Maria de Souza Martins, eleitos para o período 1979/1983.
Na mesma data foram nomeados os secretários e o procurador:
Leonardo Bezerra de Menezes - Administração.
Mário Essashika.- Finanças.
Raimundo Garcia de Moraes - Guarda dos Selos
Newton Barros Moraes - Relações Maçônicas
Pedro Queiroz Sampaio - Patrimônio
Aldir Ferreira Gomes - Secr:. do Grão-Mestre
Milton Duarte Macena - Procurador
A sede provisória do Grão Mestrado foi estabelecida no andar superior da Metalúrgica Santo Antônio, à rua Raul de Azevedo, 216 A, Santo Antônio, em prédio de Pedro Queiroz Sampaio.
O grão-mestre Ananias da Silva Barbosa renunciou ao cargo, no dia 02/07/1980, sendo substituído pelo adjunto José Maria Martins, no período de 02/07 a 14/08/1980, quando se afastou do grão-mestrado, a fim de participar de novas eleições.
De 14/08 a 01/09/1980 foi grão-mestre interino Esrnite Bento de Meio, presidindo o pleito realizado pela Assembléia Legislativa, a 30/08/1980, no qual foi eleito, para completar o período de mandato de Grão-Mestre, vago pela renúncia, José Maria Martins, sendo empossado a 01/09/1980, com mandato até 02/07/1983, juntamente com o seu grão-mestre adjunto Robério dos Santos Pereira Braga.
No período de 02/07/1979 a 02/07/1983 ocorreram as fundações e regularizações das lojas:
2065 Pedro Michael Santos 28/02/1980 - Rondônia
2103 Car:. e Silêncio Cacoal 04/10/1980 - Rondônia
2106 Estrela de Rondônia 17/06/1981 - Rondônia
2177 Arca da Aliança 27/04/1982 - Rondônia
2178 Monte das Oliveiras 17/07/1981 - Rondônia
2210 Estrela do Castanho 02/03/1983 - Amazonas
2520 O Samaritano 17/0111981 - Rondônia
O crescimento do GOB, na região, ensejou a criação do Grande Oriente de Rondônia (GOER), fundado a 18/12/1981, e instalado a 19/11/1983, separando-se do GOAO, e que, em 1996, possuía vinte lojas em plena atividade.
Para o período de 02/07/1983 a 02/07/1987 foram eleitos respectivamente Grão-Mestre e Grão¬Mestre Adjunto José Francisco Antas Cesário e Waldemir Machado Siqueira, que assumiu posteriormente o Grão-Mestrado, até o término do mandato, pois o titular candidatou-se à reeleição.
Durante esta administração ingressaram no GOAO, no Amazonas, as Lojas Acácia do Amazonas, Rei Salomão V, União e Perfeição, União e Fraternidade 19 de Março, Marcelo Gonçalves Neto, Tiradentes XII, Grande Luz, Delta da Amazônia, Estrela de David, Arautos de Independência e Glória Sobre as Trevas.
Para o mandato de 02/07/1987 a 02/07/1991, foi reeleito José Francisco Antas Cesário, e eleito o adjunto Agenor dos Santos Guimarães. Neste período foi criada a Delegacia do GOB, no Estado de Roraima, pelo Decreto Nr 77, de 19/10/1988, que, em 1996, possuía nove lojas em atividade.
Também foram fundadas as Lojas União, Paz e Trabalho (adormecida), Coronel Jorge Teixeira, Estrela do Rio Preto, Mensageiros do Solimões (adormecida), e Juca Siqueira (adormecida).
Nas eleições seguintes, para o período de 02/07/1991 a 02/07/1995, foram eleitos José Francisco de Queiroz e Liomar Araújo Silva, respectivamente Grão-Mestre e Adjunto.
Foram fundadas as Lojas Estrela de Itacoatiara, Oriente Unido de Itapiranga, Cândido Mariano Rondon, Júlio César Domingues, Humberto de Alencar Castelo Branco, Juscelino Kubitschek (soerguida em 1997), Mafran Garibaldi (adormecida), Adonay, Des. Mário Verçosa, Virtude e Saber, Fraternidade e União, José Bonifácio de Andrada e Silva e Mozart.
Em 1991, o Grande Oriente da Amazônia Ocidental (GOAO) passou a denominar-se Grande Oriente do Estado do Amazonas (GOEAM) .
Eleitos para o quatriênio de 02/07/1995 a 02/07/1999 assumiram, a 17/06/1995, o Grão-Mestre Antônio José Souto Loureiro, e o Adjunto Benedito Jorge do Canto Pinto, que vêm imprimindo urna administração austera, voltada para o revigoramento e crescimento das lojas atuais, e à modernização, reformulação e reorganização dos métodos administrativos. A confiança foi restabelecida, inúmeros obreiros retomaram às lojas e as iniciações voltaram ao ritmo normal. Lojas quase fechadas voltaram a funcionar. Foi adquirido um terreno em Adrianópolis, para construção da futura sede do GOEAM , soerguidas as Lojas Juscelino Kubitschek de Oliveira e União, Paz e Trabalho e preparadas as instalações da APJ.
FONTES
1:- Dados fornecidos pelo Grão-Mestre Adjunto Benedito Jorge do Canto Pinto.
2:- Um Pouco de História - Eron Penha de Menezes -Boletim Informativo Nr 13, de setembro de 1996 - GOER -Rondônia.
3:- Boletim do GOB Nr 01, Janeiro de 1957.
4:- Relação de Lojas Subordinadas ao GOER.
5:- Levantamento Histórico da Maçonaria do GOB, no Estado do Acre - Antônio de Souza Brito - Prancha Nr 5, de 21/05/1996.
6:- Dados Históricos - Boletim Informativo Mensal do GOAO - Nr 1, julho de 1979.
7:- Relação de Lojas de Roraima - Prancha Nr 67, de 27/11/1996, do delegado Manuel Norberto - Roraima.

 

Acessos: 2537

 

Caros IIr.'.

Pensamento maçônico internacional, onde diz: - para se unirem basta seguir os rituais centenários da maçonaria e serem verdadeiros maçons.
A Maçonaria somos nós, e ela somente será grande se nós formos pessoalmente grandes. Não esperamos encontrar na maçonaria o que não encontramos dentro de nós mesmos. Nada poderá ser maior do que a soma da grandeza de seus componentes.
(Extraído do livro: Antologia Maçônica de Ambrósio Peters)

Online

Temos 47 visitantes e Nenhum membro online