Comportamento Maçônico

Imprimir
Categoria: Você Sabia ? Publicado em Sábado, 25 Novembro 2017

Brethren, achei muito interessante e oportuno o artigo extraído do “Grande Dicionário Enciclopédico” do Mestre Nicola Aslan, sobre o comportamento do Maçom fora da Loja.
Na verdade, ele cita ter extraído o mesmo, da “Enciclopédia” de Mackey, que relata: “as obrigações de um maçom, compiladas por Anderson dos Antigos Manuscritos, contém todas as regras para o comportamento dos Maçons fora da Loja, sob vários tópicos, ou seja, o comportamento do Maçom em qualquer lugar. Estas regras se referem à ocasião em que Irmãos se reúnem sem a presença de estranhos, na presença de estranhos, em casa e com relação a um Irmão estranho. O escritor Gadicke propôs as mesmas orientações, neste particular, nas seguintes palavras:”
“Um Irmão Maçom não deve comportar-se apenas em Loja, mas também fora da Loja, como um Irmão perante seus Irmãos; e felizes são aqueles que estão convencidos de que devem, neste particular, obedecer sempre as leis da Ordem”.

Eu complemento o assunto, dizendo que os Maçons quando estão em grupo, devem se comportar como está descrito acima, ou seja, como verdadeiros Maçons. Isso é válido para reuniões, assembleias, jantares ritualísticos, etc, e, principalmente, em nossos jantares de confraternização, após as Lojas (ágapes).
Deve-se honrar e praticar o que se aprende em Loja. Honrar principalmente o juramento feito em obedecer as leis governamentais, leis de Moral e Ética, estabelecidas.
Digo mais, esse comportamento é válido para qualquer tipo de Loja, mesmo aquelas que pensam que são as melhores do município, do estado, quiçá, do mundo!

Ir.'. Alfério Di Giaimo Neto.

Acessos: 19

 

Caros IIr.'.

Pensamento maçônico internacional, onde diz: - para se unirem basta seguir os rituais centenários da maçonaria e serem verdadeiros maçons.
A Maçonaria somos nós, e ela somente será grande se nós formos pessoalmente grandes. Não esperamos encontrar na maçonaria o que não encontramos dentro de nós mesmos. Nada poderá ser maior do que a soma da grandeza de seus componentes.
(Extraído do livro: Antologia Maçônica de Ambrósio Peters)

Online

Temos 12 visitantes e Nenhum membro online