O Segredo Maçônico

Imprimir
Categoria: Destaque Publicado em Domingo, 01 Dezembro 2013

Em maçonaria, a iniciação simboliza a morte e o renascimento.


As instituições, quaisquer que sejam, passam por períodos de altos e baixos, assim também é a própria vida. Assim como, existem os que as fazem crescer, existem aqueles que só produzem trabalho para o aniquilamento. Na maçonaria, não é diferente. Devemos  estar atentos aos eternos insatisfeitos, e que não possuem o conhecimento e sabedoria, pois, o inimigo interno é o que mais mal pode causar.


Os maus companheiros sempre querem inutilizar a beleza da obra, mas, os verdadeiros mestres têm o dever de impedir que isto aconteça.


Com o aumento do número daqueles que passam pela iniciação, mas, que jamais serão iniciados, pois, não entendem que, assim como, existem os direitos, existem os deveres e as obrigações, eles não sabem desbastar a pedra bruta, continuam corruptos e sem princípios, ambiciosos, estão sempre a procura de benefícios próprios. Estes são os piores inimigos, estão infiltrados dentro da sublime instituição, são os vírus que podem nos levar ao túmulo. Temos que criar uma vacina para obtermos uma imunização duradoura.


São os maus companheiros, que gostam de inventar e modificar rituais, eles não ligam para as antigas tradições. São eles que não procuram levantar templos à virtude, mas, fazem de tudo para abater as colunas de lojas, produzem discórdias, o que obriga os verdadeiros mestres a um trabalho hercúleo para novamente levantar as colunas abatidas.


São os maus companheiros que sempre desejam e, às vezes, conseguem aumento de salário, sem merecer, mesmo sabendo que são totalmente despreparados no conhecimento da filosofia maçônica, não procuram aprender, não procuram se aperfeiçoar, mas, gostam de se fazerem presentes nos ágapes, eles sempre querem se igualar aos mais preparados, por pura vaidade.


Ao passarmos pela morte e renascermos como um novo ser, devemos ter ciência que a fraternidade não se pratica com palavras de discursos oficiais, pratica-se no dia a dia.


O maior dos mestres, disse: “muitos serão chamados, e poucos serão escolhidos”.


Poucos chegam a descobrir que a desunião, não leva a lugar algum, e que o segredo maçônico está no que diz o salmista: “Oh, como é bom e agradável é viverem unidos os irmãos...”.

PEDRO NEVES .'. MI .'. 33 
Acessos: 2389

 

Caros IIr.'.

Pensamento maçônico internacional, onde diz: - para se unirem basta seguir os rituais centenários da maçonaria e serem verdadeiros maçons.
A Maçonaria somos nós, e ela somente será grande se nós formos pessoalmente grandes. Não esperamos encontrar na maçonaria o que não encontramos dentro de nós mesmos. Nada poderá ser maior do que a soma da grandeza de seus componentes.
(Extraído do livro: Antologia Maçônica de Ambrósio Peters)

Online

Temos 45 visitantes e Nenhum membro online